Esta disciplina analisa o panorama histórico e atual da classificação dos seres vivos e discute os principais grupos de procariontes e de eucariontes, tratando também dos vírus. O sistema lineano de classificação, a nomenclatura dos seres vivos e as propostas atuais de classificação filogenética serão analisadas. A compreensão da relação entre a evolução da célula e a diversificação dos grupos de eucariontes é fundamental para se entender as atuais propostas de classificação dos eucariontes. Serão estudados bem como introduzidas noções de sistemática filogenética e construção e interpretação de cladogramas. A importância médica dos principais grupos será também abordada.

Apresentar o panorama da origem da vida na Terra e o surgimento de características que permitiram a ocupação dos ambientes. Apresentar a origem e evolução de células procarióticas e eucarióticas. Discutir a distribuição da vida no planeta associada aos seus fatores limitantes e apresentar os biomas existentes. Discutir a vida no ambiente aquático. Introduzir noções de biodiversidade. Programa resumido: História da origem da vida e ocupação dos ambientes na Terra; fatores imitantes e distribuição das espécies; bioma e biodiversidade.

Esta disciplina analisa o panorama histórico e atual da classificação dos seres vivos e discute os principais grupos de procariontes e de eucariontes, tratando também dos vírus. O sistema lineano de classificação, a nomenclatura dos seres vivos e as propostas atuais de classificação filogenética serão analisadas. A compreensão da relação entre a evolução da célula e a diversificação dos grupos de eucariontes é fundamental para se entender as atuais propostas de classificação dos eucariontes. Serão estudados bem como introduzidas noções de sistemática filogenética e construção e interpretação de cladogramas. A importância médica dos principais grupos será também abordada.

Esta disciplina tem como objetivo apresentar o panorama atual de classificação das plantas e discutir suas relações evolutivas, apresentando as características morfológicas dos principais grupos de plantas e discutindo as principais funções das estruturas vegetais e sua importância na manutenção e diversidade desses grupos. Além disso, abordaremos também a importância econômica das plantas para o homem.

A disciplina apresentará aspectos gerais do metabolismo, detalhando um pouco mais os processos de respiração aeróbica e anaeróbia, fermentação, fotossíntese e quimiossíntese, relacionando-os com a manutenção dos seres vivos atuais e com fluxos de energia e ciclos de matéria nos ecossistemas. Apresentará também os ciclos biogeoquímicos.

Esta disciplina analisa o panorama histórico e atual da classificação dos seres vivos e discute os principais grupos de procariontes e de eucariontes, tratando também dos vírus. O sistema lineano de classificação, a nomenclatura dos seres vivos e as propostas atuais de classificação filogenética serão analisadas. A compreensão da relação entre a evolução da célula e a diversificação dos grupos de eucariontes é fundamental para se entender as atuais propostas de classificação dos eucariontes. Serão estudados bem como introduzidas noções de sistemática filogenética e construção e interpretação de cladogramas. A importância médica dos principais grupos será também abordada.

Todos os estudantes, em algum momento da sua vida escolar, gostam mais ou menos de uma ou outra disciplina, como ciências, geografia, matemática ou línguas. O mesmo acontece com alguns alunos que estudam ciências biológicas, que pensaram que nunca mais precisariam estudar matérias de exatas. Só que as ciências biológicas acabam por exigir bom domínio de funções da estatística, biofísica e operações algébricas. Embora essa idéia não pareça agradável para uma boa parte dos estudantes das ciências biológicas, muitos fenômenos biológicos podem ser mais bem entendidos e ensinados, usando a matemática e a estatística como ferramentas. Assim, o objetivo deste texto, é apresentar de forma fácil e clara, algumas ferramentas matemáticas e estatísticas, que podem auxiliar no aprendizado individual, no ensino e na interpretação de biologia e ciências.